Informações de contato

Rua Osvaldo Cruz, 342 – Soledade, 50050-225 – Recife/PE

Telefone:

A FDA, agência norte-americana que regulamenta o uso de medicamentos, foi a primeira do mundo a anunciar a aprovação do uso da PrEP injetável de longa duração para a prevenção do HIV. Essa modalidade de profilaxia pré-exposição utiliza o antirretroviral cabotegravir, um potente inibidor de integrase de última geração, formulado em apresentação injetável, administrado por via intramuscular, com as duas primeiras injeções aplicadas em intervalo de um mês, e bimestralmente a partir de então.

O uso do cabotegravir como PrEP foi aprovado agora para homens e mulheres cis e transgênero sob risco de infecção por HIV, independente da prática sexual realizada. A droga pode ser usada em indivíduos com peso maior de 35 kg, o que permite o seu uso em adolescentes.

A decisão da FDA se baseou nos resultados dos ensaios clínicos HPTN 083 e 084 divulgados no ano passado. Nesses estudos, foi comparada a prevenção quando usada a PrEP oral e a injetável em diferentes populações vulneráveis ao HIV. A conclusão dos dois estudos é que as duas modalidades de PrEP são altamente eficazes na prevenção do HIV, desde que as medicações sejam usadas corretamente. E assim, quanto mais diferentes métodos de prevenção existirem, mas fácil será de contemplarmos todos os diferentes contextos de vida com alguma forma de prevenção. A PrEP injetável é muito bem-vinda e indicada para pessoas que não se adaptam às opções de prevenção já existentes.

Leia mais aqui.

Crédito: Anna Shvets/Pexels
Share:

administrator

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.