Informações de contato

Rua Osvaldo Cruz, 342 – Soledade, 50050-225 – Recife/PE

Telefone:

As variantes genéticas que aumentam a probabilidade de que alguém se relacione com pessoas do mesmo sexo também estão presentes em heterossexuais que conseguem parceiros com mais facilidade, aponta um novo estudo. Se as conclusões da pesquisa estiverem corretas, ficará demonstrada uma relação paradoxal entre a homossexualidade e a reprodução humana. Segundo a análise, os comportamentos homossexuais continuariam a se manifestar na população porque as variantes genéticas associadas a eles também ajudam os héteros a se reproduzir mais. O paradoxo e os dados que apoiam a ideia estão descritos em artigo que acaba de sair na revista especializada Nature Human Behaviour. O trabalho, coordenado por Brendan Zietsch, da Universidade de Queensland, na Austrália, é uma continuação de um estudo de 2019 que tinha usado algumas das mesmas bases de dados para investigar as bases genéticas da homossexualidade, definida de modo amplo —foram incluídas na amostra variantes de DNA de pessoas que relataram ter se relacionado com alguém do mesmo sexo ao menos uma vez na vida. Leia a matéria completa aqui.

 Foto: Werther Santana/Estadão Conteúdo
Share:

administrator